domingo, 22 de junho de 2014

Extensão do CineEco Seia no Corvo

Durante o período de 9 a 14 do Junho o Corvo recebeu uma Extensão do Festival CineEco Seia. Participaram no festival 38 pessoas, com cada sessão a ter uma adesão entre 10-15 pessoas. 

As sessões consistiram nos seguintes filmes "Se eu tivesse uma vaca", "Meu Pescador, Meu Velho", "Regra dos Alimentos", "A Galinha que Burlou o Sistema", "Vamos Salvar os Alimentos", "A Alquimia do Espírito", "Os Caçadores de Fruta" e o "Último Oceano", devido a problemas técnicos o "Abelhas e Homens" será posteriormente exposto. 

Muito do sucesso deste festival de temática ambiental deveu-se aos Escuteiros do Corvo que para além de participarem, angariaram fundos através da venda de pipocas e outras delícias no decorrer do festival. 

Um grande Obrigado aos Escuteiros do Corvo, aos participantes, aos parceiros CMC, PNIC e claro ao OMA pela disponibilidade em trazer o CineEco ao Corvo.

Monitorização de roedores em Trilhos Pedestres das Terras dos Priolos

Com o objetivo de compreender se os trilhos pedestres são vectores de introdução de roedores nas Terras do Priolo estamos a avaliar a variação sazonal da distribuição roedores e a sua relação o tráfego de pessoas e uso dos trilhos. 

No passado mês de maio foram instaladas 243 estações de monitorização nos Trilhos Pedestres da Algarvia, Graminhais e Lomba da Fazenda - Pico da Vara. Cada estação de iscagem é um tubo de PVC que permite a entrada de roedores e impede a entrada de coelhos. As estações são presas com arame a duas estacas de madeira, de forma a sobrelevar a estação de iscagem do chão, impedindo a acumulação de água no seu interior e a possível remoção, por parte de animais ou de intempéries.

Autor: Maria Guedes

Os iscos são feitos de uma mistura não tóxica de parafina e manteiga de amendoim (9:1). A parafina e a manteiga de amendoim (usada como atractivo) foram derretidas e moldadas a covetes de gelo com um pequeno arame para fixar à estação de iscagem. Os iscos são montados num dia e recolhido no dia seguinte. As dentadas dos roedoes ficam registados no cubo de cera conseguindo-se diferenciar entre murganho e rato. 

Autora: Luís Ferreira

Os primeiros testes foram realizados em Maio e durante um ano o trilho vai ser estudado e comparado entre cada um deles. Os roedores também causam impactos nas populações de aves, predando os ovos e as crias de priolo Pyrrhula murina e o seu impacto também está a ser estudado. Haverá mais novidades para breve.

Decorrem reuniões sobre Turismo Sustentável em todas as Freguesias das Terras do Priolo

No âmbito do processo da Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS) nas Terras do Priolo e do LIFE + Terras do Priolo estão a ser realizadas reuniões em todas as Freguesias do território com o intuito de apresentar os resultados atingidos pelo processo até a data e identificar recursos turísticos em cada uma das freguesias.

No presente ano, tem-se realizado reuniões em 7 freguesias das 9 do concelho de Nordeste e no próximo mês, iniciam-se as reuniões no concelho de Povoação, no dia 11 de Julho na freguesia de Agua Retorta.

Estas reuniões tem contado com uma boa participação e tem permitido descobrir historias e tradições antigas de todas as freguesias que tem muito interesse do ponto de vista turístico. O objetivo a partir de este ano, será realizar estas reuniões anualmente de maneira a divulgar o desenvolvimento do plano de ação da CETS.

Esteja atento à reunião na sua freguesia!

sábado, 21 de junho de 2014

Centro Ambiental do Priolo reabre

O Centro Ambiental do Priolo reabriu hoje, sábado 21 de junho.

Esteve encerrado para a realização de algumas obras de reabilitação do edifício do centro e surge agora com um visual renovado.

Venha visitar o Centro Ambiental do Priolo e descubra tudo o que há de novo. Estaremos abertos de terça a domingo das 10h às 18h.


Visite-nos na Reserva Florestal de Recreio da Cancela do Cinzeiro, na Pedreira, Nordeste.

SPEA em direto na Canal FM

A SPEA esteve com a Canal FM esta sexta feira no Nordeste numa emissão em direto . Joaquim Teodósio e Azucena de la Cruz estiveram à conversa com Fernando Rocha no inicio da tarde de ontem. 

Neste pequeno momento de boa disposição falou-se sobre o trabalho da SPEA nos 10 anos em que está a nos Açores, sobre os diversos projetos a decorrer e não só. Naturalmente, conversou-se sobre o Priolo, sobre o seu habitat e algumas das ações desenvolvidas no LIFE Terras do Priolo a decorrer. Entre elas algumas relacionadas com Turismo Sustentável.



Entre algumas músicas, houve ainda tempo para falar sobre o Centro Ambiental do Priolo  e as atividades mensais que organiza para todos os micaelenses.

Agradecemos à Canal FM este convite e até à próxima oportunidade!

quinta-feira, 19 de junho de 2014

Mais um percurso na Serra da Tronqueira...

No passado sábado, 14 de junho, realizou –se o percurso pedestre pela Serra da Tronqueira, uma atividade que decorreu durante toda a manhã e inicio da tarde e juntou 9 participantes.


O dia de sábado começou logo pelas 9h30 no Centro Ambiental do Priolo onde os participantes se reuniram e local de partida do percurso. O percurso, que foi na sua maioria em estrada de terra embelezada por áreas de floresta, preencheu as expectativas de todos e até o tempo ajudou durante a atividade.


A conversa foi animada desde o início do percurso e falou-se sobre diversas temáticas incluindo o priolo (ave endémica dos Açores),a floresta natural dos Açores e das suas plantas nativas. Algumas das quais foi possível observar em algumas paragens realizadas.


O almoço decorreu já no fim da manhã no miradouro da Serra da Tronqueira, oferecendo a todos uma paisagem fantástica sobre as belas montanhas que recortam esta serra e o descanso necessário para continuar viagem.

O grupo continuou então e até os Priolos cumprimentaram os caminhantes. Tendo o avistamento e mesmo audição das suas vocalizações um dos pontos altos deste percurso. No qual alguns dos participantes observaram pela primeira vez esta ave. 

Foram no total cerca de 16 km de percurso, animado pela boa disposição de todos.

O nosso muito obrigado a todos por participarem e fica o convite de participar nas muitas atividades previstas para os restantes meses de verão.



segunda-feira, 9 de junho de 2014

Viveiro de nativas ultrapassa os 1000 visitantes

O viveiro criado em 2009 pela SPEA, no âmbito do LIFE+ Laurissilva Sustentável, para a produção exclusiva de plantas nativas dos Açores já ultrapassou os 1000 visitantes em cerca de 4 anos. Sendo este um local que não tem como principal objectivo a visitação, este numero alcançado é mais um indicador do aumento do interesse por estas plantas nativas. 

O viveiro continua agora a desenvolver as suas funções inserido no projecto LIFE+ Terras do Priolo, iniciado o ano passado. Para além da produção de plantas a dinamização de visitas e ações de voluntariado tem vindo a assumir mais relevância, contribuindo assim também para a sensibilização das pessoas e para a própria visitação das Terras do Priolo (neste caso da Vila da Povoação onde se encontra localizado.


Inicialmente as visitas ao viveiro eram relativamente rápidas (cerca de 45 minutos) para a explicação e funcionamento das várias tarefas realizadas. Isto levou a que em vários casos, as pessoas que visitavam voltavam, e queriam efetuar algum tipo de voluntariado.  As atividades começaram também a ser desenvolvidas dirigidas para as escolas e o número de visitantes foi gradualmente subindo. 


Nos anos mais recentes tem vindo a decorrer uma excelente colaboração com o Centro Pedagógico da Povoação, sendo realizadas atividades de visitação e voluntariado regulares no viveiro, uma ajuda muito importante em muitas das tarefas desenvolvidas.

A SPEA agradece a todas as pessoas que de alguma forma contribuíram para o aumento e sucesso de visitação/Voluntariado nos viveiros e convida os interessados a marcar uma visita.

Estudo de acessibilidade para as Terras do Priolo

Na semana de 2 a 6 de Junho, as Terras do Priolo receberam a visita de António Queiroz, consultor de acessibilidade, que analisou vários dos locais turísticos do território para poderem ser visitados por pessoas com necessidades especificas.


 Este estudo, realizado com a colaboração da CRESAÇOR, será concluído ainda este ano, inserindo-se nas ações de promoção de visitação das áreas naturais dos concelhos do Nordeste e Povoação desenvolvidas pelo LIFE+ Terras do Priolo, coordenado pela SPEA em parceria com o Governo dos Açores. Insere-se ainda no desenvolvimento da estratégia de promoção do Turismo Sustentável implementada no âmbito da Carta Europeia de Turismo Sustentável para as Terras do Priolo.


O trabalho está a ser desenvolvido para avaliar as condições existentes (e os trabalhos necessários) para permitir um maior usufruto por parte de pessoas com menor mobilidade, quer sejam turistas ou a própria população local. Pretende-se desta forma possibilitar um turismo mais acessível a nível da oferta em termos de natureza, património, cultura, entre outras, contribuindo desta forma para uma maior inclusão da população com estas necessidades mas também para uma oferta turística mais diversificada num segmento crescente da procura turística.


Como resultado desta visita, que abrangeu todas as freguesias e áreas protegidas, identificaram-se já alguns locais adaptados bem como muitos outros que, com algumas melhorias, poderão tornar-se universalmente acessíveis, não apenas para os turistas, mas sobretudo para os locais que são os principais beneficiários deste tipo de iniciativas passando a poder usufruir de mais espaços na sua área de residência. 

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Mural pela Biodiversidade AEM 2014

No passado dia 4 de Junho os alunos do 1º ciclo da Escola Básica e Secundária Mouzinho da Silveira, no Corvo, celebraram com a SPEA o Dia Mundial da Biodiversidade que ocorrera no dia 22 de Maio. 

Para comemorar este dia pediu-se aos alunos que ajudassem a pintar um mural com aves e mamíferos marinhos, nomeadamente o Cagarro Calonectris diomedea e o Cachalote Physeter macrocephalus, dois emblemáticos animais dos Açores e que são a temática da Campanha "Entre Mares" na qual se inseriu a actividade. 


Fica ainda um agradecimento ao "Sampa" que fez o esboço inicial para os alunos mostrarem os seus dotes de pintores.